A Dot Paper

É isso que nós somos: mais do que uma papelaria, um negócio diferente, com gosto próprio e um leve cheiro de infância.
Sim, vendemos lápis, papéis, agendas, canetas e tudo mais o que vendem papelarias de boa reputação. Com uma diferença: damos a você o direito de expressar o seu bom gosto ( e até o mau, se quiser) na escolha daquilo que oferecemos. Porque cada item do nosso acervo, por originalidade e valor, foi pensado, sentido e moldado para satisfaze-lo. Busca lá dentro de você algum laço de memória, alguma afinidade escondida, enfim, uma lembrança quase secreta, bem guardada, de um momento raro de intimidade com esses elementos mágicos que fazem o encanto das papelarias mundo afora.

O lápis, o papel, a cartolina – não há como negar – povoam o nosso mundo de fantasias desde a infância, nos primeiros rabiscos criativos. Lado a lado com os nossos brinquedos queridos. Assim também, em sequência, caixas, borrachas , cadernos e estojos tornam-se parte essencial da nossa vida colegial, assim como o são até os dias de hoje quando cuidamos de contas e anotações mais precisas e mais sérias. Você já teve a sensação de estar em outro planeta ao entrar num lugar? Pois é assim que a gente se sente ao pisar na Dot Paper, um dos endereços mais charmosos da cidade A loja é repleta de produtos criados com todo carinho do mundo por Fabiani e um grupo de designers. Por lá, um pouco de tudo: cadernos, agendas, cartões, caixas, e todo tipo de fofurices... A idéia da Dot Paper é ser um lugar onde nós conseguimos resolver nossa vida: por exemplo, dá para comprar um presente, uma embalagem linda para embrulhar, um cartão especial e até a caneta para escrevê-lo. Tudo ali mesmo. Não é o máximo? 

A Dot Paper chegou à Brasília às vésperas do Natal em 2003, pelas mãos de Fabiani Christine, preocupada em atender, com personalidade e espírito criativo, clientes especiais , num mercado sui generis ao qual muitos atribuem o dom da fantasia.